Identificada mulher encontrada morta a tiros no Sertão

No início da noite desta terça-feira (4), o NUMOL do IML em Patos confirmou a identidade da mulher encontrada morta nas primeiras horas da manhã no Sítio Várzea do Cantinho, zona rural de Aparecida, numa estrada vicinal que faz parte do Projeto de Irrigação Várzeas de Sousa.

Kely Cristina da Silva Tavares, de 24 anos de idade foi reconhecida pelo pai que mora na cidade de Marizópolis. Ao longo do dia, ele notou o desaparecimento da filha e decidiu ir até a cidade de Patos para fazer o reconhecimento.

Kely Cristina Tavares residia em Sousa no bairro Frei Damião. O corpo dela apresentava duas perfurações de arma de fogo sendo uma no braço direito e outra nas costas. A perícia também apontou que havia mais dois ferimentos na cabeça que podem ter sido causados por foice ou cabo de arma de fogo, o que indica também a vítima pode ter sido agredida a coronhadas.

O delegado Carlos Seabra passará a investigar o caso, cuja autoria ainda é desconhecida. De acordo com a autoridade policial, a mulher era viciada em drogas e ultimamente estava frequentando o bairro Frei Damião.

Publicidade