Nabor diz que não subirá em palanque do PSDB e volta a defender a aliança do MDB com o PSB

Uma eventual aliança entre MDB e PSDB, nas eleições deste ano, geraria inúmeros conflitos localizados. Quem faz o alerta é o deputado Nabor Wanderley, ao afirmar que não subiria num mesmo palanque com o tucano Dinaldo Wanderley, prefeito de Patos, seu adversário.

Nabor Wanderley, demostrou assim preocupação de que as alianças feitas pelo MDB, com vistas às eleições de outubro, poderão trazer prejuízos eleitorais para os candidatos da proporcional.

 Usando a expressão “salvar os mandatos”, o parlamentar disse que “é preciso haver uma viabilidade na coligação, até para evitar uma debandada do partido”. Temendo um isolamento da legenda, ele voltou a defender aliança com o PSB. “Nossa linha de atuação sempre esteve mais à esquerda”, avaliou.

Publicidade