Ricardo Souza - 29 de Novembro de 2017 - (1779 j leram)

Vermelho e amarelo marcam candidaturas presidncia da Cmara de Vereadores de Patos

Após a conquista da prefeitura de Patos, o prefeito Dinaldinho Wanderley começou seu governo com um passo à frente do seu principal oponente, o deputado e ex-prefeito da cidade, Nabor Wanderley.
Com apoio de 12 dos 17 vereadores, a gestão municipal conseguiu aprovar todos os projetos enviados ao legislativo em 2017, inclusive, a polêmica taxa de lixo que foi votada por “debaixo dos panos” em caráter de urgência e sem a devida apreciação dos parlamentares.

O fato é que o novo prefeito de Patos em seu primeiro ano de governo teve um grande apoio na câmara e bancada de oposição à gestão, considerada como nanica e até ridicularizada por correligionários do prefeito que alegavam caber em um fusquinha, não demorou muito para começar uma reviravolta no cenário político patoense.

As ações de Dinaldinho consideradas como “plano de mudanças” que rendeu ao gestor o título de “O cara da mudança” não tiveram efeito positivo no primeiro ano e com o desgaste, o governo vem se dissolvendo gerando um descontentamento aos correligionários e baixa popularidade do governo na cidade.

Nas vésperas da eleição à presidência da Câmara que acontece neste sábado, dia 02 de dezembro, duas chapas foram registradas e para surpresa de muitos, Dinaldinho negou apoio ao seu aliado Sales Júnior, atual presidente, e formou uma nova chapa encabeçada pelo ex-líder do governo Toinho Nascimento.

Por sua vez, como já era esperado, Sales Júnior montou uma nova chapa para compor sua equipe com vista a reeleição para o próximo biênio. O presidente agora recebe o apoio de grande parte dos vereadores e garante 10 votos declarados, inclusive com a união da oposição e parte dos vereadores aliados ao governo. 

O curioso é que ambos os candidatos à presidência ao anunciarem oficialmente suas chapas, fizeram fotos vestindo camisas com cores simbólicas aos partidos que lideram o cenário político há anos na capital do sertão.

Caso Sales Júnior vença a eleição deste sábado, a oposição à gestão ganhará força na casa Juvenal Lúcio de Souza e a vitória desta bancada resultará na primeira derrota do prefeito Dinaldinho na política patoense.

 

maispatos.com

Publicidade