Prefeitura emite nota sobre adiamento do concurso de Patos

A prefeitura Municipal de Patos divulgou nesta quarta-feira (10), uma nota explicado a mudança da data da realização das provas objetivas do concurso da Prefeitura de Patos, no sertão paraibano, que oferece 298 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior.

As provas objetivas estavam previstas para acontecerem no dia 21 de outubro de 2018, porém, no edital retificado, as provas foram adiadas para o dia 25 de novembro do mesmo ano. Confira o edital

NOTA

Sobre a mudança na data de realização das provas do concurso público da cidade de Patos, Paraíba; anteriormente, previsto para acontecer no dia 21 de outubro e, agora, postergado para o dia 25 de novembro, conforme edital de retificação, publicado nesta terça-feira, dia 09, no site da empresa EDUCA – Assessoria Educacional – LTDA, esclarecemos que tal fato decorreu de um ato isolado da empresa contratada para realizar o certame.

O edital diz, ainda, que a divulgação do gabarito preliminar deverá acontecer em 27 de novembro; e o resultado das provas objetivas, em 21 de dezembro de 2018.

O município de Patos entende, inclusive, que a empresa deveria ter comunicado tal decisão à comissão do concurso, com antecedência, para que não fossem geradas especulações ou constrangimentos.

Aproveitamos a oportunidade para informar que nesta quarta-feira (10), haverá uma reunião no gabinete da prefeitura municipal de Patos, onde será conhecida a recém nomeada comissão deste concurso, que oferece 298 vagas em cargos de níveis: fundamental, médio e superior; e, que, imediatamente, essa comissão irá  oficiar à empresa EDUCA – Assessoria Educacional – LTDA, para que a mesma apresente uma justificativa, com relação a alteração do cronograma do concurso; e que assim o faça em qualquer outro pormenor relacionado ao certame.

Por fim, o município reitera, que vem buscando todas as formas de respaldo, através de pareceres dos órgãos de controle, tais como: Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE), para que sejam preservados os critérios de legalidade, pois entende que só assim o concurso poderá acontecer, sem maiores problemas.

CHEFIA DE GABINETE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PATOS

Publicidade