Ascom Acev - 8 de Fevereiro de 2018 - (395 j leram)

Parceria da ACEV com o SINE permite reinsero de ex-dependentes qumicos no mercado de trabalho

Largar a dependência química nem sempre é tão fácil. Alguns usuários possuem naturalmente um período maior de recuperação do que outros. Assim como essa dificuldade encontrada, outra é a reinserção social, inclusive no mercado de trabalho.

Foi pensando em alternativas que pudessem solucionar esse problema que a Ação Evangélica Patos (PB), através do pastor John Philip Medcraft, deu mais um passo decisivo no apoio aos participantes dos projetos da ACEV/ ACEV Social, como é o caso do Grupo de Apoio Cruz Azul Transformação. Há quase cinco meses o grupo vem realizando reuniões semanais com o intuito de ajudar à dependentes e codependentes a buscarem uma vida livre das drogas. A dinâmica consiste em um diálogo aberto, motivado pelos facilitadores, mas sem a obrigação da participação por qualquer pessoa, que pode simplesmente ser um ouvinte.

Para alguém que saiu da dependência química, seja álcool ou outra drogas, é importante que nesse processo reabilitação se tenha ocupações saudáveis, que motivem o ex-usuário a persistir na caminhada. O emprego é uma das alternativas, que não apenas ajuda nessa tarefa, mas que propõe o recomeço digno que havia sido perdido pelo dependente.

Com esse objetivo, foi realizada na manhã dessa quinta-feira (8), uma parceria entre a ACEV e a agência do SINE (Sistema Nacional de Emprego) em Patos, como o intuito de ajudar aos participantes dos projetos desenvolvidos pela ACEV/ ACEV Social a serem reinseridos no mercado de trabalho formal. A maior dificuldade, principalmente na conjuntura econômica atual, é encontrar uma porta aberta por empresas, e essa parceria vem como uma possibilidade de facilitar essa busca pelo emprego.

De acordo com o pastor John, esse tipo de parceria tem o objetivo de propor a essas pessoas que participam como beneficiários dos projetos desenvolvidos pela entidade a se ajudarem, diferentemente do assistencialismo que tem o foco ao socorro emergencial de situações de extrema necessidade. A ideia é motivar a cada um a buscar sua independência financeira, saindo de uma situação de risco. “O ideal é que a pessoa tenha a sua dignidade de ter o seu emprego, e a sua própria renda através do seu próprio trabalho e suor”, afirmou o pastor.

Assim como o Grupo de Apoio, outros projetos desenvolvidos, com os trabalhos desenvolvidos com os portadores de deficiências auditivas, serão beneficiados pela parceria. As reuniões do Grupo de Apoio Transformação acontecem às quartas-feiras, na sede da ACEV Social, localizada na Rua do Prado, nº 401 - Centro, em Patos (PB), às 19:30h.

Publicidade