Vereadora Nadir quer revogação da Lei que aumentou taxa de iluminação pública em Patos

A vereadora Nadir Rodrigues afirmou durante seu pronunciamento na sessão ordinária na Câmara de Vereadores desta quinta-feira, (08), que vai pedir a revogação da Lei que aumentou a taxa de iluminação pública em Patos.

A Lei 001/2017 de autoria do Poder Executivo, foi aprovada na Câmara de Vereadores em janeiro de 2017. A Câmara foi convocada em caráter extraordinário para apreciar projetos do poder executivo, enviados pelo prefeito Dinaldinho Wanderley e a referida Lei isentava pagamento da tarifa de iluminação para os residentes na zona rural e inclui proprietários de terrenos na zona urbana e a partir da aprovação, quem tivesse terreno pagaria taxa de iluminação.

Segundo o promotor do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado Gaeco, Romualdo Tadeu Dias, em entrevista na época, o aumento da taxa de iluminação pública que foi determinado na cidade fazia parte do esquema de propina da Prefeitura Municipal de Patos.

Segundo Nadir, muitos patoenses ficaram indignados com os altos valores nas contas de energia elétrica recebidos esse mês: “É inadmissível a população patoense ser prejudicada dessa forma e pagar essa conta, por um esquema de propina que foi descoberto pelo Ministério Público. Vamos pedir a revogação dessa Lei”, garantiu.

A vereadora já está com uma reunião agendada com o prefeito em exercício, Bonifácio Rocha, através do procurador jurídico do município Jonas Guedes, para debater sobre o assunto.

A investigação da Operação Cidade Luz, culminou no afastamento do prefeito Dinaldinho Wanderley, que permanece afastado do cargo.

Publicidade