Destemida, vereadora Nadir declarou apoiou integral a chapa do governador Ricardo Coutinho, em Patos

João Azevêdo (PSB) foi eleito governador da Paraíba neste domingo (7). O candidato obteve 58,18% dos votos válidos no primeiro turno das Eleições 2018.

Com 100% das urnas apuradas, João Azevêdo obteve 1.119.758 votos, que representaram 58,18% dos válidos. Lucélio Cartaxo obteve 450.525, ou 23,41% do total

Azevedo será o sucessor do atual governador Ricardo Coutinho, seu principal aliado.

A vereadora Nadir Rodrigues comemorou a vitória e destacou que foi o trabalho do governador Ricardo Coutinho que a levou a acreditar nesse projeto. Além disso, a parlamentar explicou ainda que seguiu a orientação do seu líder político, Nabor Wanderley.

Segundo Nadir, a campanha foi bastante acirrada, mas ela afirmou que sempre teve certeza da vitória de João, pois sabia que a Paraíba iria reconhecer o trabalho feito pelo governador durante todo esse tempo.

Nadir explicou que em todo o período trabalhou ostensivamente o projeto do sindicalista na cidade de Patos e região: “Eu e minha equipe realizamos um trabalho sério, mostrando o porque que João Azevedo deveria ser escolhido, por ser o melhor nome para dar continuidade ao trabalho que Ricardo Coutinho desenvolveu em toda a Paraíba”, explicou.

A parlamentar disse ainda que recebeu convite para apoiar outros grupos políticos, mas recusou todos: “Fui convidada para votar em outros nomes, mas não aceitei, justamente por reconhecer o trabalho feito pelo governador e por acreditar na continuidade desse projeto através de João”, explicou.

Por fim, Nadir agradeceu o empenho de toda a equipe envolvida no projeto: “Agradeço imensamente a toda a minha equipe que fez um excelente trabalho, esteve nos bairros, conversando com as pessoas e assim como eu, acreditou e acredita nesse projeto.

João Azevêdo foi professor do Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFPB), chefe da assessoria de planejamento econômico da Urban. Em 1986 ele assumiu a secretaria de serviços urbanos da prefeitura de João Pessoa e em 2003 ocupou o cargo de secretário de planejamento da prefeitura de Bayeux. Na vida pública, o candidato também passou pela chefia de gabinete da Sedurb, assessoria da Seplan e secretaria de habitação.

Em 2007, João assumiu a secretaria de infraestrutura de João Pessoa e, em 2011, tornou-se secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia da Paraíba, função da qual foi exonerado no dia 5 de abril de 2018 para disputar o cargo de governador.

 

Publicidade