Câmara Municipal de Patos promove debate sobre a conscientização de prevenção ao suicídio

A Câmara Municipal de Patos realizou nesta segunda-feira, dia 10, uma audiência pública dentro da programação do “Setembro amarelo” com a finalidade de debater a conscientização e a prevenção do suicídio.

O autor da propositura foi o presidente da Câmara, o vereador Sales Júnior (PRB) que destacou que a conscientização precisa ser intensificada nesse período, uma vez que durante todo o ano deverá ocorrer um trabalho de prevenção. Sales também apontou que a sociedade não pode responsabilizar somente, o profissional de saúde ou órgãos públicos mediante o ato, mas, “nós como cidadãos, como família temos que fazer a nossa parte”.

“Tiramos proveito dessa audiência pública e entendemos que resultados irão acontecer, irão vir. Vários encaminhamentos e propostas que aqui foram apresentados serão inseridos em um relatório que a Câmara elabora e, em seguida, serão encaminhados aos órgãos competentes”, explicou.

Já a Coordenadora de Saúde Mental do município, Mariana Montenegro, destacou que um pleito de Sales Júnior já foi encaminhado à Câmara e apontou que o índice de saúde mental no município precisa ser mostrado com seus equipamentos para atender à população que precisa desse tipo de atendimento.

O Secretário de Saúde do município, Wendell Palmeira, agradeceu ao Poder Legislativo pela iniciativa do evento que abriu as suas portas e destacou a valorização da vida que foi tratado no evento.

“Trazemos à sociedade a valorização da vida, nós temos um setembro amarelo que não é só trabalhar o setembro, mas, as ações de prevenção contra o suicídio e, explicando a sociedade o valor da vida e, através das nossas equipes dos Centros de Atenção psicossocial que já trabalham durante todo o ano”, disse.

Wendell explicou que um cronograma foi criado dentro do município para levar ações à sociedade como Igrejas, Associações Comunitárias, Clubes de Serviço, Escola dentro do contexto infanto-juvenil. “Vamos levar essa palavra de autoestima, de entusiasmo e dizer que a vida tem muito valor, como o próprio tema fala, falar é a melhor solução”, disse.

Em abril deste ano, a revista Veja publicou uma matéria em que apontava que no Brasil, o suicídio é a quarta maior causa de morte entre homens e mulheres de 15 a 29 anos, e que a tristeza, isolamento e irritabilidade podem ser sinais para que os pais percebam se há algo errado.  Os jovens são mais suscetíveis tanto por aspectos biológicos quanto pelos novos desafios impostos nessa fase da vida.

Estiveram na audiência, profissionais de saúde e de educação de Patos e os vereadores Sales Júnior, Ferré Maxixe, Fátima Bocão, Lucinha Peixoto e Paulinho Lacerda.

Publicidade