Rodrigo Cezar - 27 de Julho de 2017 - (1657 j leram)

Perspectiva de que El Nio no volte mais em 2017

Uma boa notícia, é assim que deve ser encarada a nova previsão realizada pelo físico e meteorologista Rodrigo Cézar Limeira.
 
Para o estudioso, o fenômeno climático e oceânico El Niño não volta mais esse ano. A previsão baseia-se no fato do Oceano Pacífico está passando por um rápido e progressivo resfriamento que teve início há mais de 50 dias.
 
A chance de formação do El Niño já esteve próxima dos 60%, algo observado no final de Maio, entretanto, da primeira semana de Junho para cá, um progressivo e contínuo resfriamento vem ocorrendo, principalmente nas regiões do Niño 1,2, que corresponde a costa do Peru e Equador, e Niño 3,4, que corresponde a área situada bem no centro do Pacífico.
 
A região da costa do Peru e Equador serve de base para uma previsão de retorno ou não do fenômeno, ou seja, se durante muitos meses seguidos, essa área se mantiver bem quente, a chance do El Niño se formar é alta, pois ás águas dessa região do Pacífico costumam se deslocar através das correntes marítimas até o centro do referido oceano.
 
Se as águas no centro do Pacífico se mantiverem bem aquecidas por 04 meses consecutivos, configura-se o El Niño, que influencia o comportamento dos ventos em altitude em várias áreas do globo.
 
De acordo com Rodrigo Cézar Limeira, de uma forma quase geral o oceano Pacífico vem passando por um período de resfriamento, algo que é positivo principalmente em relação as condições climáticas para o semiárido da Paraíba em 2018.
 
Rodrigo Cézar Limeira

Publicidade