TERAPIA REIKI

Rei significa "universal" e ki, "energia". Juntos, os caracteres japoneses dão nome a uma prática secular de tratamento por meio das mãos. Baseado em uma crença oriental, o reiki tem ganhado espaço também no mundo ocidental. Ao longo dos últimos anos, vem sendo praticado como terapia complementar em clínicas e hospitais dentro e fora do Brasil. Apostando na ideia de que a transmissão de energia para o corpo por meio da imposição das mãos sobre determinadas partes do organismo é uma forma de tratar diversas doenças, a terapia é cotada para reduzir ansiedade, fadiga, dores crônicas e até como coadjuvante em tratamentos contra o câncer. Ela é considerada pelos seus praticantes como um tratamento que traz alívio espiritual, mental, emocional e físico. Para ser reikiano e utilizar da energia divina só é preciso acreditar em sua força e ter vontade de melhorar. O Reiki promove saúde e bem estar onde houver desequilíbrios e o reikiano pode se auto aplicar a energia Reiki e também direcioná-la para outras pessoas, animais, plantas, objetos pessoais.

O Reiki atua equilibrando o corpo por meio da energia “rei” (a energia universal), agindo na causa original do problema ou doença e não somente nos sintomas do mesmo. Desta forma o Reiki vem sendo utilizado em conjunto a outras técnicas terapêuticas  e também reduzindo os efeitos colaterais de tratamentos alopáticos, acelerando processos de cura na fitoterapia, na fisioterapia e nas sessões de massagem.

É recomendado na cura e prevenção de problemas físicos e emocionais como estresse, insônia, ansiedade, depressão, insegurança. Pode auxiliar na busca da espiritualidade. As sessões de Reiki são completas e a cada sessão o paciente tem equilíbrio na saúde física, emocional, mental e espiritual.

Um dos mais recentes estudos sobre o tema teve seus resultados apresentados na Conferência da Sociedade Britânica de Oncologia Psicossocial, em março deste ano, na Inglaterra, e chamou a atenção de médicos e outros profissionais da saúde.

Durante um ano, pesquisadores da Universidade de Huddersfield, no Reino Unido, entrevistaram mulheres com câncer que receberam sessões de reiki como forma de tratamento complementar. Entre os benefícios avaliados, foram destacados resultados significativos de relaxamento corporal, melhora na qualidade do sono e redução da pressão arterial.

Publicidade