Invernia...

Tudo que temos vem de Deus
isso nem se questiona
mas tem coisa enigmática
que muito impressiona
nos alegra, nos motiva,
inspira e emociona...

Há pouco tempo o sertão
era um braseiro danado
uma secura medonha
poeira pra todo lado
Hoje parece um jardim
cuidado por Querubim
campo verde serenado

A serra ganhou roupagem
de esperança sem fim
os animais satisfeitos
não dão conta do capim...
Preá, cigarra, formiga
e todo tipo de vida
não encontram tempo ruim

A chuva trouxe fartura
transformou tudo e recria 
a sapaiada ensaia
sua melhor cantoria
e a sangria dos açudes
nos transborda de alegria

As flores colore aceiro,
baixio, barreira e estrada
a névoa contorna a serra
deixando-a emoldurada
uma paisagem divina
pintada com tinta fina
e por mãos bem esmeradas.

" Ele cobre o céu de nuvens
concede chuva na terra
bota relva na colina"...
Ele nunca erra em nada
abre as comportas do céu e mata a seca afogada!

Publicidade