REVOGUEM-SE: A INVEJA E A MALDADE!

Ao longo de toda história da existência do homem na terra, vislumbra-se, nesse decorrer, que sempre existiu desunião entre os seres humanos, ao ponto de só “viverem em guerra”, buscando cada um, achar que são os detentores da razão. Isso, infelizmente, gerou uma série de comportamento ou atitudes mesquinha e má intencional, que levou o homem agir de maneira covarde e cruel, se utilizando de meios exclusos para prejudicar o seu opositor. Para concretizar seus intentos ou propósitos, utilizam todo tipo de maldade para saciar sua sede de inveja e de ganância!

Para ilustrar esse pequeno texto, escrevi a sextilha abaixo.       

REVOGUEM-SE: A INVEJA E A MALDADE!

Se tens inveja e ganância 
No inferno vais morar 
Deslizarás de mansinho
Sem sequer um tombo dá 
Pois, serás já “carimbado” 
Para o cão já lhe esperar!

Muita gente se camufla 
Se achando que é capaz
Faz besteira na internet 
Julga: Filho, Mãe e Pai 
Mas, não sabe nessa vida 
O que o destino lhe trás!

Em toda maldade que existe 
Certamente, há inveja
Há também, o fracassado
Que pela ação se revela 
Subestimando ao amor
Mas, na frente ele se ferra!

Procure não invejar 
Aquele que é lutador  
Não use sua maldade  
Nem o ódio e nem rancor
Pois, terás como retorno:
Sofrimento, angústia e dor!

Quem se apropria do mal
Receberá recompensas
Andará meio-perdido
Com peso na consciência
Seu destino será feito
No ritmo da desavença!

Mas, no cenário dos justos
Revoam os anjos do bem
Revogam-se todas às maldades
E, às invejas também
Renascendo às esperanças 
Pela grandeza do bem!

Patos, 25/01/2019.
Anchieta Guerra

 

Publicidade