MARCOS PALMEIRA: (O PERDÃO)

Com base na reportagem abaixo, escrevi uma sextilha para ilustração do caso mencionado.

O ator Marcos Palmeira foi assaltado no município de Itororó, a 500 km de Salvador. O caso ocorreu no domingo (12) em 2014, e o ator teve uma bolsa, com alguns pertences que estava no carro, roubada.
O assaltante foi detido por um guarda municipal. Ele foi levado para a delegacia da cidade e devolveu os pertences do ator.

Por falta de escrivão e delegado na unidade policial do município, Palmeira não registrou a ocorrência e acabou perdoando o bandido, Lucas Couto Cardoso, 30 anos, que chorou muito e se desculpou com o ator.

O delegado Marcus Vinícius de Moraes Oliveira, titular da 21ª Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior), com sede em Itapetinga, anunciou, nesta segunda-feira (13), que a Delegacia Territorial (DT) de Itororó vai abrir inquérito para apurar as circunstâncias do roubo.

— Trata-se de um crime de ação pública incondicionada, que independe da vontade ou não da vítima em registrar a ocorrência.

O delegado lamentou o fato do ator não ter feito o registro da queixa no Plantão Policial, que funciona, há 10 anos, todos os fins de semana, na sede da Coordenadoria, em Itapetinga, distante 25 km de Itororó.

A Delegacia de Itororó, assim como outras delegacias de menor porte da região, trabalha em regime administrativo, de segunda a sexta-feira, e as ocorrências, nos fins de semana, são direcionadas para Itapetinga.
FONTE: R7 BA.

 

SEXTILHA


Renovei meu pensamento
Fui em busca da razão 
Procurei na ideologia
 O método da conclusão 
Pra trazer da lucidez 
O perdoar do ladrão!

Esse perdão existiu 
Foi dado de coração 
Com um abraço jocoso
Parecendo à ficção 
Fez o ator do episódio 
Um palco de emoção!

O perdão foi consciente 
Desvirtuando o real 
Analisando o passado 
Daquele ser tão brutal 
Que após ser perdoado 
Caiu num pranto geral!

Nem sempre se pode tudo 
Mas, quando se pode fazer 
Faça algo diferente 
Procurando engrandecer 
A atitude humana 
Para elevar o seu ser!

O nome do ladrão é Lucas 
Sendo o autor da besteira 
Do outro lado a vítima: 
O ator Marcos Palmeira 
Que encerrou o tal caso 
Levando na brincadeira!

E assim, fica a lição 
De uma atitude ordeira 
Perdoando um ladrão 
O ator Marcos Palmeira 
Deixando uma lição de vida  
Pro resto da vida inteira!


Patos, 17/01/2018
Anchieta Guerra

 

Publicidade

Veja também