Anchieta Guerra - 19 de Outubro de 2017 - (1426 j leram)

41 ANOS DE SERVIOS NA CAGEPA. Por Anchieta Guerra

“Toda profissão honesta é digna!”; “Todo trabalho honesto é digno!”

Há muito tempo que eu escuto essas expressões populares, que trazem nas suas objetividades, dirimir sobre a importância e o valor que toda profissão possui para concretizar cada desempenho a que se propõe. Contudo, existem algumas pessoas que se envergonham da profissão que exercem, achando que “é desonra” desempenhá-la. Nada disso! Desonra é ROUBAR, como dizia minha Mãe!  Bem, me reporto sobre a questão por me achar em condições plenas, de poder falar sobre um assunto ao qual conheço de perto. Pois, “desde que me entendo de gente”, que trabalho e nunca escolhi o que deveria fazer, pelo contrário, trabalhei em vários setores que as situações me demandava na vida, dependendo do que exigia a situação naquele momento.

Fui: Vendedor de Picolé, Jornaleiro, Marceneiro, Ajudante de Pedreiro, Ajudante de Oficina (“Lambe Óleo”), Empacotador, Vendedor de Bombons e Cigarros e outros serviços que iam surgindo pela frente. Isso, porém, não me impediu de freqüentar vários cursos superiores, embora não os tenham concluído, mas, estudei: Pedagogia, Economia e Direito.

Assim, após longas labutas, desde a infância até a fase adulta, me fixei em um emprego estável, fui selecionado em 1976, para fazer parte de uma das muitas equipes que compunha os quadros da CAGEPA, como Leiturista.  Daí, então, foi muito “chão de estrada” a ser caminhado; a ser conquistado ao longo da minha estada na empresa.  Exerci diversas funções na nela, como: Leiturista, Cadastrador, Coordenar de Escritórios, Chefe Setores, Chefe de Divisão (Comercial e Administrativa), assumindo, até temporariamente, a Gerência das Espinharas, por um período, quando das férias do Gerente titular, da época.

Então, mesmo isso não sendo de muita importância para alguns, para mim foi minha conquista pessoal e consequentemente, minha vitória de vida!  Quero deixar meu recado como forma de transmitir essa minha mensagem de coragem e luta, para que você nunca se ache “pequeno” quando estiver exercendo um trabalho com dignidade e honestidade, pois, é dele que seu espírito se fortalecerá e se estruturará para o seu dia do amanhã!

Muito Obrigado, a todos que de uma maneira ou outra, foram e são importantes na minha Vida!

MUITO OBRIGADO, MINHA QUERIDA CAGEPA!

Patos, 15/10/2017.                

Publicidade